Home » Benefícios

Category Archives: Benefícios

Adicional Noturno 2020: Cálculo e Valor do Adicional

Um benefício previsto e assegurado pela a Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT do Brasil é o Adicional Noturno, benefício que garante melhores condições salariais e condições de trabalho para os empregados em jornada de trabalho noturna.

Para os trabalhadores que atuam em jornada de trabalho integral ou que trabalham diariamente em jornada noturna, é prevista uma redução da jornada de trabalho e um complemento da remuneração mensal por hora trabalhada, esse benefício é chamado de adicional noturno. Confira abaixo mais informações sobre o benefício.

Adicional Noturno 2020
Adicional Noturno 2020

Qual é o Valor do Adicional Noturno 2020?

Hoje no Brasil é considerado trabalho noturno aquela atividade realizada de 22h as 05h do dia seguinte, durante essa jornada leva-se em consideração a jornada de trabalho, durante essas jornadas, faz com que cada hora trabalhada, seja reduzida dessa jornada em 7 minutos e 30 segundos de cada hora.

Funciona da seguinte forma: a cada 52 minutos e 30 segundos de atividade executada, durante esse período de trabalho noturno, considera-se uma hora plena trabalhada, e paga-se o valor da hora trabalhada somada ao adicional noturno.

Dessa forma, trabalha-se 7 horas, contabilizando e levando em consideração o total de 8 horas.

Valor do Extra Noturno
Valor do Extra Noturno

Atenção: Fique de olho no reajuste do Salário Mínimo 2020. O Governo já anunciou a previsão do novo valor do mínimo nacional.

Cálculo Adicional Noturno – Como Funciona?

Uma das grandes dúvidas das pessoas que trabalham na jornada da noite é em relação ao cálculo do valor extra noturno, constituído pela a Consolidação das Leis Trabalhistas. O extra Noturno é concedido para os trabalhadores que trabalham nesta jornada de trabalho, sendo maiores de 18 anos.

O adicional noturno é concedido por conta do desgaste devido a jornada de trabalho, dessa forma essa bonificação visa compensar esse desgaste através deste valor adicional.

É concedido no mínimo 20% de adicional noturno sobre a hora diurna para o trabalhador urbano, é no mínimo 25% de adicional para o trabalhador Rural.

O percentual do extra noturno é calculado com base pelos os valores que você recebe integral.

Trabalho Noturno
Trabalho Noturno

Confira também:

Para entendemos melhor, vamos analisar o exemplo a seguir…

Contratamos um funcionário que trabalha do período das 22h até as 05h da manhã, foi oferecido a esse funcionário um salário mensal de R$ 1.320,00.

A primeira coisa que precisamos saber é o valor da hora de trabalho deste funcionário. Veja o cálculo:

  • Rendimento Mensal (Salário) = R$ 1.320,00
  • Valor hora = R$ 1.320,00/220 = 6,00
  • Adicional noturno = 20% Vamos ao cálculo 6,00 x 20% = 1,20
  • Valor hora noturna = R$ 7,20 (R$ 6,00 + R$ 1,20)
Horário do Trabalho Noturno
Horário do Trabalho Noturno

O trabalhador executa a sua jornada de trabalho de 22h as 05h da manhã do dia seguinte, total de 07 horas trabalhadas que corresponde as 08h de trabalho diurno.

Sendo assim, o funcionário ao invés de receber R$ 1320,00, recebe em cima deste valor mais 20%, ou seja, o total de R$ 264,00. Juntando todos os rendimentos obtidos mensalmente o funcionário recebe salário de R$ 1.584,00 com o adicional.

Toda a empresa que possui atividade noturna deve pagar aos seus funcionários o adicional que é assegurado e garantido por Lei, toda e qualquer jornada de trabalho noturno deve fazer gozo do valor extra do trabalho noturno.

Abono Pecuniário 2020

A Lei Trabalhista contempla vários pontos que favorecem o trabalhador brasileiro, e dentre eles encontra-se a possibilidade de vender as férias, ou melhor, o abono pecuniário 2020.

Sendo de grande ajuda para quem precisa de um dinheiro extra, esta é uma abertura da lei que é bastante explorada pelo empregado brasileiro, por isso, vale a pena ficar atento e saber como o abono pecuário funciona.

Abono Pecuniário 2020
Abono Pecuniário 2020

O que é Abono Pecuniário 2020

Conhecido comumente como “venda de férias”, o abono pecuniário é um processo em que o trabalhador troca 1/3 dos dias correspondentes as suas férias por dinheiro.

Se um empregado tem direito a 30 dias de férias por exemplo, ele pode vender 10 dias deste período e usufruir apenas dos restantes 20 dias de descanso.

É importante salientar que a escolha do abono de férias é exclusiva do trabalhador. Sendo assim, a empresa não pode de jeito nenhum obrigar o seu empregado a vender as férias. Pois se assim o fizer, ela estará infringindo a lei.

Confira também:


Quem tem Direito ao Abono Pecuniário

O abono pecuniário é direito de todo o trabalhador com carteira assinada, sendo que pelo simples fato dele ter direito ao gozo de férias, ele já ganha o direito ao Abono Pecuniário automaticamente.

Em geral, o empregador não pode negar a solicitação deste direito por parte do trabalhador. Sendo que somente em caso de empregados que gozam de férias coletivas, a empresa poderá não conceder o pedido de venda das férias se assim estiver estabelecido na cláusula de acordo coletivo, segundo o artigo 143 da Consolidação das Leis do Trabalho.


Vantagens e Desvantagens do Abono Pecuniário

A grande vantagem para quem opta pelo abono pecuniário, reside no fato da remuneração recebida vir na forma de 2 pagamentos, ou melhor, ao mesmo tempo que você recebe o valor do abono, você também aufere do salário correspondente aos dias trabalhados.

Agora, quanto as desvantagens, a pior baixa vai para a qualidade de vida, pois ao substituir os dias reservados ao descanso por mais trabalho, você coloca em risco a sua saúde, trazendo problemas como o estresse e muitos outros.


Prazo de Requerimento do Abono Pecuniário

Para que o funcionário tenha sucesso no pedido do abono de férias, ele deve solicitar a venda das férias até 15 dias antes do término do período aquisitivo de férias – Entenda melhor como funciona o prazo de requerimento do abono pecuniário, logo abaixo:

Se um empregado começou a trabalhar numa empresa em 10/11/2017 por exemplo, os períodos aquisitivos para a solicitação do abono pecuniário são os seguintes: de 10/11/2017 a 09/11/2018, e de 10/11/2018 a 09/11/2019.

Valendo salientar que no primeiro período aquisitivo, o prazo limite para solicitação da venda de férias pode ser alastrado até o último dia do mês (30/11/2020).


Como Calcular o Abono Pecuniário

Ao ver da legislação trabalhista, o valor correspondente a venda de férias não integra a remuneração do funcionário, e mais, este valor não é pago no mesmo pacote que o do adiantamento de férias.

O dinheiro que é pago ao colaborador pelo abono de férias, deve ser deduzido sobre a remuneração de férias adicionadas a 1/3 de férias da legislação trabalhista.

Calendário FGTS 2020: Datas de Saque do Fundo de Garantia

O Governo em um tentativa para driblar a crise econômica resolveu a partir de 2019 liberar o Fundo de Garantia, em fevereiro será liberado os pagamentos, os prazos para saque serão liberados através do calendário FGTS que foi divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Calendário FGTS 2020
Calendário FGTS 2020: Datas de saque do Fundo de Garantia

Quem pode sacar o FGTS em 2020?

O saque do valor do fundo de garantia poderá ser realizado todo ano por qualquer trabalhador que optar pelo regime de “saque aniversário”.

Atenção: o saque aniversário não é automático, você precisa ir na Caixa e pedir para mudar para o regime de saque aniversário para ter seu fundo liberado todos os anos.

É importante deixar claro que, caso opte pelo regime de saque aniversário, ele perde o direito de sacar o valor total do Fundo de Garantia se for demitido sem justa causa. Caso se arrependa, ou mude de ideia, você pode ir na caixa e solicitar para mudar novamente para o regime atual.


Qual é o valor do saque do FGTS?

O valor do saque aniversário será calculado de acordo com o saldo do Fundo de Garantia que o trabalhador tiver acumulado em suas cuntas do FGTS.

As alíquotas de pagamento são progressivas, e vão reduzindo quando o saldo da conta for aumentando.


Se eu pedir demissão posso sacar o FGTS aniversário?

Sim, você continua com direito de sacar uma parcela do seu fundo de garantia todos os anos. Mas você continua sendo penalizado com a multa de 40% do saldo da conta do FGTS em caso de demissão sem justa acusa.

Quem pode realizar o saque to FGTS em 2020?

  • Trabalhadores que optarem pela modalidade de Saque Aniversário;
  • Pensionistas e Aposentados;
  • Vítimas de qualquer desastres naturais;
  • Para financiar a casa própria;
  • Falecimento;
  • Doenças já no estado terminal;
  • Doenças consideradas graves, tais como câncer, AIDS, HIV entre outras doenças.

Calendário FGTS 2020 – Tabela e datas de Pagamento

A tabela com o Calendário do FGTS foi divulgada ao publico ainda em julho de 2019. A divulgação da tabela foi feita pelo Ministério da Economia Federal, banco responsável em administrar os programas sociais.

Com a tabela do FGTS 2020 filas e outros problemas são evitados, confira abaixo a data de saque para você pela respectiva tabela:

  1. Quem nasceu em janeiro e fevereiro, os saques serão efetuados no período de abril a junho de 2020.
  2. Quem nasceu em março e abril, os saques serão efetuados no período de maio a julho de 2020.
  3. Para nascidos em maio e junho, os saques serão efetuados no período de junho a agosto de 2020.
Como Receber o FGTS Inativo
Como Receber o FGTS Inativo

O saque do FGTS 2020 só poderá ser feito através da Caixa ou em qualquer casa lotérica, para sacar basta que o cidadão esteja portando todos os seus documentos pessoais (preferencialmente RG) e o cartão cidadão.
Ser você não tiver o cartão cidadão terá que comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal, portando todos os seus documentos e solicitar o saque do seu Fundo de Garantia.

Se você não estiver precisando do dinheiro do FGTS no momento, você ainda pode deixar o mesmo render na sua conta, pois o rendimento do FGTS é 3%, sendo assim o trabalhador consegue manter um dinheiro guardado rendendo juros.

Muitos trabalhadores estão ansiosos já fazendo planos com o dinheiro, os saques serão escalonados por uma ordem aonde será possível identificar o prazo através da calendário FGTS, é importante fica atento (a) ao calendário de pagamento que será disponibilizado em breve. Tudo indica que os pagamentos serão realizado de acordo com mês de nascimento de cada benefício, essa será uma grande oportunidade do Governo Federal para aquecer novamente a economia do País, pois os brasileiros com um dinheiro a mais, movimentam o dinheiro consumido.


Como consultar saldo do FGTS

Se você deseja consultar o valor do FGTS acumulado, basta entrar no site do portal do trabalhador, pode ser através da própria caixa www.caixa.gov.br, informe o número do seu PIS e a senha cadastrada na internet, sendo assim é possível que consulte o saldo e o extrato do seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Através do telefone é possível também consultar o FGTS 0800 726 0207 e obter informações referente ao benefício.

Seguro Desemprego 2020

O Seguro Desemprego 2020 é um programa muito importante que “socorre” os trabalhadores que acabaram de perder os seus empregos e oferece o auxílio momentâneo para que possam retornar ao mercado de trabalho rapidamente. Nos últimos tempos, o programa passou por alterações com o intuito de  promover mais justiça e auxiliar realmente quem precisa. Por isso, algumas modificações foram realizadas e os valores das parcelas também sofreram alterações.

Seguro Desemprego 2020
Seguro Desemprego 2020 – Tabela e Valor do Seguro Desemprego – Confira o Calendário e Como Consulta Auxílio Desemprego

Se você possui dúvidas quanto às regras do programa, direitos e requisitos é só continuar a leitura desse artigo até o final. Acompanhe-me.

Quem tem direito ao Seguro Desemprego?

Os trabalhadores que foram dispensados de seus empregos sem justa causa, os empregados domésticos que foram resgatados de trabalhos considerados escravos e também os pescadores no período chamado defeso (quando as espécies estão em momento de reprodução e a pesca é considerada proibida para que haja a sua perpetuação).

Estes trabalhadores deverão agendar o seguro desemprego para dar entrada no pedido e logo saberá a quantidade de parcelas e o valor que receberá mensalmente no período em que estiver assegurado pelo seguro desemprego 2019.

As parcelas do Seguro Desemprego 2020

Como dito anteriormente, o Seguro Desemprego é um programa de auxílio do Governo para amparar os trabalhadores, que tem o direito a receber o benefício. Desta forma, ele criou regras que contemplam, por meio de parcelas, o tempo que cada um poderá receber o seguro de acordo com o tempo trabalhado no último emprego.

Regras do Seguro Desemprego

Regras Seguro Desemprego 2020
Regras do Seguro Desemprego 2020

De acordo com as novas regras, os trabalhadores podem receber 3, 4 ou 5 parcelas, cujos critérios são os seguintes:

  • Primeiro pedido: Você terá direito a receber 4 parcelas desde que comprove que tenha trabalhado entre 18 e 23 meses durante o último período de 36 meses;
  • Segundo Pedido: Você poderá receber entre 4 e 5 parcelas. Para receber 4 benefícios é necessário que você comprove que tenha trabalhado entre 12 e 23 meses. Já para ter direito a 5 parcelas é necessário que tenha trabalhado no mínimo 24 meses;
  • Terceiro Pedido: Você pode ter direito a receber entre 3 e 5 parcelas, dependendo do tempo de carteira assinada.
    • Caso tenha entre 6 e 11 meses, terá direito a 3 parcelas
    • Caso tenha entre 12 e 23 meses, terá direito a 4 parcelas
    • Caso tenha acima de 24 meses de carteira assinada, terá direito a 5 parcelas

Qual é o valor do Seguro Desemprego?

Receber Seguro Desemprego 2018Para 2020 os valores sofreram um reajuste devido ao aumento do salário (R$ 988) e também do INPC. Desta forma os valores ficaram assim:

  • Se você recebia até R$1.360,70, o valor da parcela a ser recebida será de 80% do valor. Para saber exatamente o valor é só fazer o seguinte cálculo: multiplicar o valor do salário por 0.8;
  • Se você recebia entre R$ 1.360,71 e R$ 2.268,05, deverá receber o valor que resultará do seguinte cálculo: o valor excedente a R$ 1.360,70 deverá ser multiplicado por 0.5 (ou 50%) e somar a 1.088,56;
  • Se você recebia acima de R$ 2.268,05 receberá o valor fixo de R$ 1.542,24.

Fique ligado: esses valores são validos apenas para os benefícios pagos até o dia 31 de dezembro. À partir de 1º de janeiro, o valor reajustado do Salário Mínimo 2019 passa a valer como a parcela mínima do auxílio desemprego.

Tabela Seguro Desemprego 2020

Por meio da tabela do seguro desemprego o cidadão deve se atualizar sobre quais serão os valores para ele realizar o cálculo do valor e parcelas a receber, a tabela informa o valor de cada parcela a ser paga, além de claro as 3 faixas de valores referente ao salário mínimo.

Tabela Seguro Desemprego 2020
Média do salário nos últimos 3 meses) Parcela do Seguro
Inferior a R$ 1360,70 Média do Salário * 0,8
Na Faixa de R$ 1360,71 a R$ 2268,05 R$ 1088,56 + (superior a R$ 1360,70 * 0,5)
Superior a R$ 2268,05 R$ 1542,24

Cálculo do Seguro Desemprego 2020

Cálculo Seguro Desemprego 2018Ao contrário de diversos outros benefícios pagos pelo Governo, o seguro desemprego 2020 leva em consideração algumas regras pra definir o montante a ser pago ao trabalhador.

Para definir a parcela do seguro desemprego é necessário considerar o valor que o trabalhador recebeu nos seus últimos 3 meses de trabalho, também deve-se levar em conta quantos meses o mesmo trabalho antes de pedir o seu benefício, além de não ter feito uso do mesmo nos últimos 36 meses.

Receber o seguro desemprego 2020, não lhe priva de receber outros benefícios como por exemplo sacar o seu PIS (Abono Salarial), desde que claro você esteja dentro das regras definidas para o saque.

Consulta Seguro Desemprego 2020

Os trabalhadores beneficiados pelo seguro desemprego 2020 poderão conferir suas parcelas, bem como os valores de cada uma e a data de pagamento dessas mesmas, acessando no site da caixa o portal do cidadão, você pode acessar o portal clicando aqui. Para visualizar seus dados, bem como os dados do seu benefício basta acessar informar ao entrar no site o número do pis, e caso ainda não possua uma senha, cadastrar na hora mesmo uma nova.

Logo em seguida, basta acessa a guia “Seguro Desemprego” logo em cima da página, fazendo isso todas as suas parcelas e o valores delas irão ser exibidas em sua tela.

Como Consultar o Seguro Desemprego 2020

Se você ainda possui alguma dúvida de quais etapas deverá seguir para consulta o saldo do seguro desemprego, confira abaixo o passo a passo que preparamos para você:

Passo a passo como acessar suas informações e valores do Seguro Desemprego 2020
Passo a passo como acessar suas informações e valores do Seguro Desemprego 2020
  1. Primeiro você deverá acessar o portal cidadão no link acima conforme explicamos anteriormente;
  2. Informe o seu número do NIS ou PIS (PASEP no caso de funcionários públicos) logo na primeira caixa, conforme imagem acima;
  3. Após informar o eu número do NIS você deverá informar ao sistema sua senha, caso você ainda não possua uma, deverá clicar no botão chamado “Cadastra Senha”; ou também se você esqueceu a mesma outros botão como este pode lhe auxiliar para resgatar a sua senha;
  4. Informe o “Código de Verificação” este código serve para verificar se é uma humano que esta acessando a página e evita que rôbos ou outros sistemas automatizados consulta informações que nã devem. Ou seja, isso é para sua segurança.
  5. Agora que você já preencheu todos os dado e informou o código de segurança corretamente, basta clicar no botão “OK”;
  6. Uma página com seus dados será carregada, agora basta clicar na aba “Seguro Desemprego” e você poderá ver as parcelas que ainda faltam receber bem como o valor de cada uma.

Quanto recebe o trabalhador doméstico?

Os trabalhadores domésticos estão conquistando os seus direitos. Os trabalhadores desta categoria terão o direito de receber o valor do salário mínimo 2020 vigente de acordo com a época do pedido.

E, para fechar: é importante lembrar que só poderá receber o benefício enquanto não estiver trabalhando com carteira assinada e nem receber nenhum outro beneficio oriundo da Previdência Social.

Aplicativo Seguro Desemprego 2020

Aplicativo Seguro Desemprego 2018Com a popularização dos SmartPhones o governo decidiu lançar o Aplicativo Caixa Cidadão, através desse você será capaz de consultar o seu saldo do seguro, bem como informações com número de parcelas a ser pagas e seus valores, essas informações estão disponíveis na palma da sua mão, não importa qual a plataforma que seu telefone utilizar, veja em em quais ele já está disponível.

  • iOS (Iphone e Ipad);
  • Android;
  • Widows Phone;

E para ter acesso as suas informações basta acessar realizar o download do seu aplicativo, e ao iniciar o mesmo informar o seu número do NIS e sua senha. Para realizar o download o seu aplicativo e consultar o seu Seguro Desemprego 2020, você deverá acessar o site da Caixa e sele

Gostou desse artigo? Então aproveite e clique no botão “Curtir”.

Seguro Defeso 2020

Seguro Defeso 2020 é uma modalidade de Seguro Desemprego criada para assistir os pescadores artesanais na época em que estão proibidos de pescar por lei. No caso dos pescadores, a proibição da pesca ocorre para garantir que os peixes tenham a oportunidade de se reproduzir, impedindo a extinção das espécies, e consequente fim da atividade pesqueira.

O benefício é assegurado ao trabalhador por todo o período do reprodução, que pode variar de espécie para espécie de peixe, e da região do país, podendo chegar a até 5 meses de assistência todo ano.

Seguro Defeso 2020
Seguro Defeso 2020

Quem tem direito ao seguro defeso?

Para ter direito ao benefício, devem-se preencher alguns pré-requisitos:

  • Exercer a pesca artesanal, sozinho ou em regime familiar;
  • Estar vedado de exercer a pesca devido ao período reprodutivo dos peixes;
  • Possuir o NIS (Número de Identificação Social), o qual é proveniente de um cadastro, feito pela Caixa, para trabalhadores beneficiários de algum programa governamental, mas que não possuam inscrição no PIS/PASEP (os programas que são responsáveis pelo repasse dos pagamentos de benefícios sociais ao proletariado de instituições públicas e privadas);
  • Ter o cadastro ativo como pescador profissional artesanal, no mínimo há um ano, no RGP (Registro Geral de Pesca), o órgão, criado pelo Ministério da Pesca e da Agricultura, responsável por cadastrar os pescadores artesanais;
  • Não ter outra principal fonte de renda além da pesca artesanal;
  • Comprovar a sua contribuição previdenciária desde o última vez que recebeu o benefício ou nos anteriores doze meses antes do requerimento do benefício;
  • Não ser beneficiário de quaisquer outros privilégios sociais contínuos associados à Assistência Social ou à Previdência Social, exceto pensão por morte ou por acidente.

Consulta

A consulta seguro defeso pode ser realizada de forma online, pelo portal da Caixa Econômica Federal ( webp.caixa.gov.br/cidadao/beneficios/frepw001.asp ). Após acessar o link, deve-se fazer o cadastro da senha, clicando na opção “Cadastrar senha”; posteriormente, para ter acesso às informações, basta preencher as lacunas com a sua senha e o seu número NIS.

Consulta Online através do Portal da Caixa
Consulta Online através do Portal da Caixa

Além deste canal, o trabalhador pode acessar as informações sobre o seu auxílio e sobre outros benefícios, por meio de um aplicativo para celulares, disponibilizado pela Caixa. Para tal, basta acessar o portal ( www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/caixa-trabalhador/Paginas/default.aspx#faca_download ), por meio do celular, baixar o aplicativo e preencher o cadastro com os dados pessoais. Feito isto, todas as informações serão liberadas, inclusive os calendários com as datas previstas para os pagamentos dos privilégios.

Aplicativo de Consulta para Celular
Aplicativo de Consulta para Celular

Se seu estado exige o agendamento do atendimento do seguro defeso, você vai precisar acessar a página do SAA.MTE.GOV.BR para agendar seu atendimento. Em alguns casos, seu estado pode ter um site próprio para realizar o agendamento do seu benefício.


Pagamento Seguro Defeso

 O valor do seguro desemprego é saldado pela Caixa Econômica e o dia de recebimento do pagamento varia conforme a terminação do NIS.

  • Para NIS terminados em 1 ou 2, o pagamento é liberado no primeiro dia do mês;
  • Para NIS terminados em 3 ou 4, o pagamento é liberado no segundo dia do mês;
  • Para NIS terminados em 5 ou 6, o pagamento é liberado no terceiro dia do mês;
  • Para NIS terminados em 7 ou 8, o pagamento é liberado no quarto dia do mês;
  • Para NIS terminados em 9 ou 0, o pagamento é liberado no quinto dia do mês.

PIS 2020: Calendário, Como Sacar, Consulta e Extrato

O Programa de Integridade Social – PIS 2020, é uma iniciativa do governo que tem como objetivo providenciar benefícios aos trabalhadores do setor privado. Para que o PIS 2020 consiga oferecer os benefícios aos trabalhadores, primeiramente é necessário que as empresas realizem a contribuição do PIS, de modo que este valor seja alocado ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

É justamente por meio das contribuições feitas ao FAT que o governo consegue providenciar benefícios como o seguro-desemprego, abono salarial e outros programas do Banco de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) ao trabalhador.

Calendário PIS 2020
Calendário PIS 2020

Quem tem Direito ao PIS

Em geral, o PIS é válido para todos os trabalhadores do setor privado que operam segundo a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), ou melhor, todos aqueles que prestam os seus serviços com carteira assinada.

Além de atender a este requisite, para receber benefícios do PIS, é necessário que o interessado também cumpra com outros requisitos, são eles:

  • O empregado deve apresentar cadastro no PIS por um período de no mínimo 5 anos;
  • Ao longo do ano, o trabalhador não pode ter recebido, em media, um salário mensal que ultrapassa mais de 2 salários mínimo;
  • O empregado deve ter prestado os seus serviços com carteira assinada por no mínimo 30 dias durante o ano anterior.

Calendário PIS 2020

Para saber quando será feita a liberação do seu beneficio, o trabalhador do setor privado deve ficar atento ao calendário PIS 2020, pois é justamente por meio dele que é feita a alocação da data de saque do beneficio.

O calendário PIS 2020 já foi divulgado, e nele a data de levantamento do beneficio está distribuída de acordo com a data de nascimento do beneficiário – Confira o calendário, logo abaixo:

TABELA PIS 2019/2020 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (ATUALIZADA)
Calendário de pagamento do PIS 2019-2020 para agências da Caixa:
​​Nascido em ​Recebem a partir de Podem sacar até:
​Julho 25/07/2019 30/06/2020
​Agosto ​15/08/2019 30/06/2020
​Setembro ​19/09/2019 30/06/2020
​Outubro ​17/10/2019 30/06/2020
​Novembro ​14/11/2019 30/06/2020
​Dezembro ​12/12/2019 30/06/2020
​Janeiro ​​16/0​1/2020 30/06/2020
​Fevereiro ​​16/0​1/2020 30/06/2020
​Março ​​13/02/2020 30/06/2020
​Abril ​​13/02/2020 30/06/2020
​Maio ​​19/03/2020 30/06/2020
Junho ​​19/03/2020 30/06/2020

Consulta PIS 2020

Com o surgimento das novas tecnologias, grande parte dos processos ficaram bem mais rápidos. Para realizar a sua consulta PIS 2020, agora você já não precisa de se dirigir ao banco, sendo que basta ter acesso à internet para poder saber se o pagamento do PIS já foi liberado ou não.

Confira o passo a passo de como realizar a consulta PIS 2020 por via da internet, logo abaixo:

  • Comece por acessar a página de consulta da CAIXA usando este LINK;
  • Na página que será aberta informe o seu NIS e a senha. Caso não tenhas uma senha cadastrada, clique em “Cadastrar senha” para obteres uma;
  • Com o NIS e a senha informada, clique em “Não sou um robô” e depois em “Ok”;
  • Na nova tela clique na aba “PIS”;
  • Em seguida clique em “Consulta a pagamento”.

Consulta PIS 2020 pelo Caixa Eletrônico

Se você preferir, ainda é possível ir até um terminal de autoatendimento da Caixa Econômica Federal e consultar o seu saldo de forma presencial. Para isso, você só precisa ter em mãos o seu cartão cidadão e a senha cadastrada. Caso deseje é possível realizar o saque do benefício logo após a realização da consulta.

Se você for servidor público, precisa precisa conferir como consultar o PASEP 2020, já que o abono salarial do servidor público funciona de forma diferente do da iniciativa privada.

Consulta por Telefone

Além da consulta pela internet, ainda é possível consultar seu benefício pelo telefone, assim, você saberá a data para retirar o PIS. Ligue para a central de atendimento da Caixa pelo número 0800 725 0505. A ligação pode ser feita de segunda a sexta, das 8h às 22h e é totalmente gratuita.

Além de consultar o saldo PIS, é possível ainda conferir outros benefícios, como o FGTS, Bolsa Família, Bolsa Atleta, entre outros.


Como Sacar o PIS

Quando a data de levantamento do pagamento do PIS chegar, você poderá obter esse valor por um dos seguintes meios:

  • Agência da Caixa Econômica Federal (necessário documento de Identificação com foto);
  • Posto de Autoatendimento da Caixa Econômica Federal (para quem tem cartão cidadão);
  • Direto na conta-corrente da Caixa;
  • Casas lotéricas ou correspondentes bancários Caixa Aqui (necessário cartão do cidadão);

Extrato PIS 2020

Para ficar a par do estado dos benefícios do PIS, é necessário que o empregado do setor privado faça a consulta do Extrato PIS 2020. Este documento pode ser conferido via online, Telefônica e diretamente numa das agências da Caixa Econômica Federal.

Veja como realizar a consulta online do Extrato PIS 2020, logo:

  • Acesse o Site da Caixa clicando AQUI;
  • Continue informando o NIS e senha. Para quem não tem uma senha, será necessário cadastrar uma antes de seguir;
  • Dentro da página do beneficiário, você já poderá conferir o seu extrato PIS.

Para a realização desta consulta por via telefônica, o beneficiário deverá ligar para o número 0800 726 0207. É importante que no momento da consulta via telefônica se tenha em mãos um documento de identificação e o cartão cidadão.

Seguro Desemprego 2019

O trabalhador brasileiro é um dos mais assistidos em relação aos benefícios. Um dos benefícios mais importante para o território nacional é o seguro desemprego 2019, principalmente, no momento no qual o País está passando, com cenários de instabilidades resultando em uma grande gama de desempregados. É o seguro desemprego que sustenta aquele determinado trabalhador enquanto o mesmo procura outro posto de trabalho. Portanto, caso tenha sido dispensado recentemente, saiba aqui todas as informações a respeito do seguro desemprego 2019.

Seguro Desemprego 2019
Seguro Desemprego 2019 – Tabela e Valor do Seguro Desemprego – Confira o Calendário e Como Consulta Auxílio Desemprego

Cálculo do seguro desemprego 2019

Cálculo Seguro Desemprego 2017Diferentemente de outros benefícios concedidos pelo governo federal, o valor do seguro desemprego 2019 é definido de acordo com alguns critérios. Para formar a parcela do seguro é preciso que seja levado em consideração a quantia dos três últimos salários do trabalhador, a quantidade de meses trabalhados antes do requerimento dos benefícios e também se recebeu ou não o seguro nos últimos 36 meses.

Veja também:

É bom deixar claro que o trabalhador que estiver recebendo o seguro desemprego não perderá o abono salarial (PIS), contanto que esteja dentro das regras definidas pelo Ministério do Trabalho e Caixa Econômica Federal, entidade financeira responsável pelo benefício.


Tabela do seguro desemprego 2019

A tabela do seguro desemprego é meio no qual os trabalhadores devem se informar sobre os valores para realizar o cálculo do benefício. A tabela consiste em três faixas referentes ao valor do salário e, respectivamente, o valor de cada parcela.

Tabela Seguro Desemprego 2019
Valor do salário (média dos 3 últimos meses) Valor da parcela
Menor que R$ 1.531,02 Salário médio * 0,8
Entre R$ 1.531,03 e R$ 2.551,96 R$ 1.224,82 + (o que excede R$ 1.531,03 * 0,5)
Maior que R$ 2.551,96 R$ 1.735,29

*Lembrando que a parcela mínima a receber será equivalente ao salário mínimo 2019. Já a parcela máxima, é de até R$ 1.735,29, caso os vencimentos mensais do trabalhador sejam iguais ou superiores à R$ 2.551,96 antes de ser demitido.


Regras do seguro desemprego 2019

Para receber o seguro desemprego em 2019 foi instituído algumas novas regras. É preciso que o trabalhador fique bem atento a estas informações para que, possivelmente, não dê uma viagem perdida até uma agência do MTPS. Muitos especulam que essas novas regras do seguro desemprego sejam para dificultar o acesso dos trabalhadores a este benefício. As regras são a seguinte:

  • Para resgatar o seguro desemprego 2019 será necessário exercer atividade remunerada com carteira assinada por, no mínimo, 12 meses consecutivos;
  • Caso esteja solicitando o auxílio pela segunda vez, é preciso que tenha trabalhado por, no mínimo, nove meses seguidos comprovados;
  • Já caso esteja requerendo o seguro desemprego pela terceira vez, é necessário comprovar que trabalhou por seis meses ininterruptos.

Parcelas do Auxílio Desemprego 2019

As novas regras do seguro Desemprego 2019 estabelecem que o trabalhador terá direito a receber entre 3 a 5 parcelas, dependendo da quantidade de meses trabalhados e do número de vezes que o auxílio já foi solicitado. Confira a seguir qual o seu caso:

Parcelas Seguro Desemprego Caixa
Parcelas Seguro Desemprego Caixa

Primeira Solicitação do Seguro Desemprego

  • Terá direito a 4 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração entre 18 a 23 meses de trabalho;
  • Terá direito a 5 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração igual ou superior a 24 meses de trabalho;
  • Não terá direito ao auxílio o trabalhador que teve vínculo inferior a 18 meses de trabalho

Segunda Solicitação do Seguro Desemprego

  • Terá direito a 3 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração entre 9 a 11 meses de trabalho;
  • Terá direito a 4 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração entre 12 a 23 meses de trabalho;
  • Terá direito a 5 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração igual ou superior a 24 meses de trabalho;
  • Não terá direito ao auxílio o trabalhador que teve vínculo inferior a 9 meses de trabalho.

Terceira Solicitação do Seguro Desemprego

  • Terá direito a 3 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração entre 6 a 11 meses de trabalho;
  • Terá direito a 4 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração entre 12 a 23 meses de trabalho;
  • Terá direito a 5 parcelas do Seguro Desemprego o trabalhador que teve vínculo empregatício com duração igual ou superior a 24 meses de trabalho;
  • Não terá direito ao auxílio o trabalhador que teve vínculo inferior a 9 meses de trabalho.

Como receber seguro desemprego 2019

Receber Seguro Desemprego 2019Uma dúvida comum dos recém desempregados é como fazer para receber o benefício. Diferentemente do que se pensa receber o seguro desemprego 2019 é um processo fácil e simplificado. Para tanto, basta ir até uma agência de atendimento do Ministério do Trabalho e Previdência Social mais próxima de sua casa.

Na ocasião, o cidadão deve portar alguns documentos essenciais, como:

  • Carta de demissão;
  • Habilitação do seguro desemprego;
  • Carteira de trabalho;
  • Carteira de identidade;
  • Cadastro de pessoa física (CPF);
  • Entre outros.

Consulta Seguro Desemprego 2019

Caso você seja beneficiado pelos seguro desemprego 2019 e deseje conferir o valor das parcelas e as datas de pagamento do seu benefício, basta acessar o portal do cidadão caixa no link a seguir. Para acessar o portal, basta preencher o seu Número do PIS e cadastrar uma senha para o portal.

Portal Cidadão Caixa
Portal Cidadão Caixa

Após acessar, clique na guia “Seguro Desemprego” na parte superior da página, e você vai conferir as datas e valores das parcelas do seguro desemprego 2019 restantes.


Como consultar o seguro desemprego

A consulta do Seguro Desemprego pode ser feita de forma simples no Portal Cidadão Caixa. Para acessá-lo, basta clicar no botão indicado acima. O portal Cidadão Caixa possui informações sobre os principais benefícios sociais e trabalhistas, tais como:

No portal Cidadão você poderá consultar:

  • Saldo dos benefícios sociais;
  • Calendário de pagamento dos benefícios acima;
  • Consultar o extrato completo de pagamento do FGTS.

Consulta Seguro Desemprego passo a passo

Caso você ainda tenha dúvidas sobre a consulta do auxílio desemprego, basta seguir os passos abaixo:

Caixa Consulta Seguro desemprego 2019
Portal do Cidadão Caixa, onde você pode consultar as parcelas do Seguro Desemprego
  1. Acesse o portal cidadão pelo link acima;
  2. Digite o número do PIS/PASEP ou NIS no primeiro campo indicado;
  3. No campo seguinte digite a sua senha da Internet. Caso você nunca tenha usado o Portal cidadão, clique abaixo em “Cadastrar Senha”;
  4. Em alguns casos, pode ser solicitado o preenchimento do “Código da imagem”. Trata-se de uma iniciativa de segurança para tornar seu acesso mais seguro. Basta digitar os caracteres da imagem
  5. Em seguida clique em “OK”;
  6. Na página que abrir, clique na guia “Seguro Desemprego”, e você terá informações em primeira mão sobre as parcelas do seu Seguro desemprego.

Aplicativo Seguro Desemprego

Aplicativo Seguro Desemprego 2019Outra novidade para quem quer conhecer o saldo do seu Seguro Desemprego, através do aplicativo Caixa Cidadão, disponibilizado pela Caixa Econômica Federal. O aplicativo está disponível para as principais plataformas de dispositivos móveis:

  • Android;
  • iOS;
  • Windows Phone.

Para acessar as informações sobre o seu Seguro Desemprego, você só precisa informar o seu Número do PIS/PASEP (presente na sua carteira de trabalho e no cartão cidadão). Para baixar o aplicativo do Seguro Desemprego 2019, acesse o Link abaixo, para a página oficial da Caixa, e escolha a plataforma do seu telefone para baixar.

http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/seguro-desemprego/Paginas/default.aspx